Portugal

A Fujifilm obtém a marca CE para o software com a nova função CAD EYE™ para caracterização em tempo real do pólipo do cólon utilizando a tecnologia de IA na Europa

29.04.2020

A FUJIFILM Europe GmbH lança uma nova versão de software com uma nova função para caracterização de pólipos do cólon, utilizando um tipo de Inteligência Artificial (IA) designada deep learning. A FUJIFILM Corporation obteve em fevereiro de 2020, a marcação CE para uma versão anterior do software com a função de deteção de pólipos do cólon. Ambas as funções, de deteção e a nova função de caracterização foram designadas como CAD EYE ™ (1*).

A nova funcionalidade de caracterização do CAD EYE, juntamente com a função de deteção de pólipos, estará disponível com o software EW10-EC02 e a unidade de expansão compatível EX-1, em combinação com o sistema ELUXEO 7000 da Fujifilm e os colonoscópios Fujifilm da série 700. A Fujifilm obteve já a marca CE para o EW10-EC02.

O CAD EYE foi originalmente desenvolvido para suportar a deteção de pólipos do cólon em tempo real utilizando tecnologia de IA. Quando um pólipo suspeito é detetado na imagem endoscópica, uma Caixa de Deteção indica a área em que o pólipo suspeito foi detetado, acompanhado de um sinal sonoro. A nova Caracterização CAD EYE irá ajudar os especialistas clínicos, disponibilizando-lhes um suporte para avaliação histológica preditiva, sugerindo os pólipos suspeitos na imagem como hiperplásicos ou neoplásicos.

O CAD EYE opera analisando em tempo real a imagem endoscópica apresentada durante a colonoscopia e não requer técnicas ou operações complexas, como magnificação ou captura de imagem.
Anteriormente ao CAD EYE, a Fujifilm havia desenvolvido dois tipos diferentes de tecnologias de realce de imagem, designados LCI (Linked Color Imaging) e BLI (Blue Light Imaging), para suportar a deteção e caracterização, respetivamente, devido às suas características de comprimento de onda de luz utilizado (2*). A Fujifilm aplicou esta mesma ideia ao desenvolvimento do CAD EYE, sendo as funcionalidades do CAD EYE ativadas automaticamente, em função do modo de observação selecionado.
A Deteção CAD EYE é ativada durante a observação em Modo de Luz Branca ou em Modo LCI e muda automaticamente para a Caracterização CAD EYE quando o modo de observação é alterado para Modo BLI. O CAD EYE pode ser ativado ou desativado simplesmente através de um clique num botão do endoscópio, o que também é considerado importante quando estas funções não são necessárias, como por exemplo, durante procedimentos terapêuticos.

O Interface Gráfico do Utilizador (GUI) foi desenvolvido para minimizar os movimentos oculares do endoscopista durante o procedimento, apresentando o resultado da caracterização e o Círculo de Assistência Visual em torno da circunferência da imagem endoscopica. O Mapa de Posicionamento é apresentado ao lado da imagem clínica para indicar a área da imagem evidenciada pelo CAD EYE.

Caracterização CAD EYE (As imagens abaixo foram modificadas por motivos ilustrativos apenas)

"Aumentar o número de endoscopistas que podem detetar e caracterizar adequadamente pólipos do cólon é uma das questões críticas na área da gastroenterologia", refere o Prof. Helmut Neumann, Professor de Medicina e Diretor do Centro Interdisciplinar de Endoscopia do Centro Universitário de Medicina de Mainz, na Alemanha. “Com a combinação da Deteção e Caracterização CAD EYE, a curva de aprendizagem nos exames de colonoscopia pode ser amplamente melhorada. Com o suporte à Deteção CAD EYE é possível observar um aumento na Taxa de Deteção de Pólipos (PDR) e, mesmo os que não são especialistas em endoscopia, podem estar consideravelmente mais próximos deste nível. A Caracterização CAD EYE tem a capacidade de diminuir o custo da histopatologia, reduzindo o número de biópsias desnecessárias realizadas durante a endoscopia. É útil o facto do CAD EYE estar já disponível com qualquer colonoscópio da série 700 existente no mercado e não exija a ativação de qualquer operação adicional, como a magnificação ótica. Os endoscopistas podem simplesmente utilizar o endoscópio como habitualmente, oferecendo instantaneamente esta poderosa ferramenta de suporte.”

No que se refere às informações detalhadas sobre as instruções de utilização, avisos e precauções, deverá ser consultado o manual de operação. Para informações adicionais, deverá ser contactada a Fujifilm ou os distribuidores autorizados da Fujifilm locais.

Origem:

O cancro colorrectal é o terceiro cancro mais comum logo a seguir ao cancro do pulmão e ao cancro da mama em termos de número de casos e a segunda causa mais comum de morte por cancro depois do cancro do pulmão (3*). Para reduzir a incidência de cancro, a colonoscopia é amplamente considerada o gold standard para a deteção da neoplasia do cólon. Simultaneamente, acredita-se que um diagnóstico endoscópico preciso dos pólipos do cólon possa reduzir o número de polipectomias desnecessárias, reduzindo também os custos com estes procedimentos. No entanto, verifica-se uma lacuna na capacidade de diagnóstico de pólipos do cólon entre os especialistas em endoscopia e não especialistas, tendo sido o preenchimento desta lacuna um dos principais problemas na colonoscopia. (4*, 5*)

A Fujifilm está empenhada no desenvolvimento de um conjunto exclusivo de tecnologias de processamento de imagem e continua a desenvolver a aplicação prática da tecnologia de IA, e continuará a desenvolver e oferecer uma ampla gama de produtos e serviços que respondem às necessidades da medicina da linha de frente em várias áreas, contribuindo para a agilização do trabalho clínico, melhorando a qualidade dos cuidados médicos e mantendo e fortalecendo a saúde das pessoas.

(1*) Marca Fujifilm da função para auxiliar o diagnóstico por computador (CAD) na endoscopia, utilizando tecnologias de IA. A Fujifilm solicitou a proteção da marca registrada para o CAD EYE
(2*) Portal BLI
www.bli.eu/about-multi-light/about-lci/
www.bli.eu/about-multi-light/about-bli/
(3*) Base de Dados WHO
www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/cancer
(4*) Ladabaum U, Fioritto A, Mitani A, et al. Real-time optical biopsy of colon polyps with narrow band imaging in community practice does not yet meet key thresholds for clinical decisions. Gastroenterology 2013;144:81–91.
(5*) Rees CJ, Rajasekhar PT, Wilson A, et al. Narrow band imaging optical diagnosis of small colorectal polyps in routine clinical practice: the Detect Inspect Characterise Resect and Discard 2 (DISCARD 2) study. Gut 2017;66:887–95.

Files:

Notícias mais recentes:
  • News Releases
  • Business Products
  • Medical Systems
  • Healthcare